Na última terça-feira (02), o vereador Cristiano de Louro (PSDB) esteve nos estúdios da Rádio e TV Web Olha a Pititinga, para falar sobre o processo que ele ganhou na justiça, após sofrer um ato de perseguição da gestão atual.

O vereador é oposição da atual prefeita Eliana Gonzaga (REPUBLICANOS) e tem feito várias denúncias contra a gestão municipal. De acordo com Cristiano, por este motivo ele foi transferido da Secretaria de Educação para a Secretaria de Cultura. O vereador é funcionário concursado da prefeitura e foi aprovado como Auxiliar de Serviços gerais na Educação.

Cristiano contou que foi surpreendido pela convocação do secretário de Educação de Cachoeira, Roberto Gomes Franco, para que ele se apresentasse na Secretaria de Cultura, onde iria trabalhar no Arquivo Público. O vereador então, afirmou que não iria obedecer, porque ele não era lotado nesta secretaria e fez o concurso para Secretaria de Educação.

Cristiano chegou a comentar na sessão da Câmara de Cachoeira do dia 18 de julho, que estava sofrendo perseguição da gestão e na época a vereadora Angélica Sapucaia  da Silva (PL), saiu em defesa do vereador, afirmando inclusive que tinha ligado para o secretário de Educação para intervir a favor do colega. A vereadora faz parte da base aliada da prefeita.

Cristiano entrou na justiça contra a decisão da gestão no dia 28 de julho de 2022 e conseguiu uma liminar favorável no dia 29 de julho, através de um ofício informando seu retorno à escola Edvaldo Brandão Correia.